Assinatura RSS

Lugares onde você não pode deixar de tomar seus bons drink em Londrina

Publicado em

Aí tem uma galera vindo pra Londrina por causa do Intercom Sul. Hoje postaram no blog do evento uma lista de “lugares para conhecer em Londrina”. Aquela famosa lista de “pontos turísticos” que toda cidade tem. Beleza. E eu nem vou zoar porque apesar de tudo, Londrina é uma cidade bonita. Mas aí você já viu todos esses lugares e resolve, sei lá, tomar uma cerveja. E aí? Aí eu, que curto fazer listas, resolvi fazer uma com bares pra galera tomar seus bons drink.

  1. Valentino – Quem já veio pra Londrina foi ou ouviu falar. Quem perguntou pra alguém de um lugar pra sair por aqui, também. Valentino é um clássico. O macarrão é delicioso e caso o seu hobby seja socializar com gente estranha na noite, você estará no lugar certo.  E caso você dê uma esticada em Londrina até terça-feira, dia 31, dá pra ir na festa 3×8 (chama assim porque são 3 djs se revezando em setlists de 8 músicas).
  2. Santo Prazer – Só tenho uma coisa pra falar: chopp Eisenbahn. Mentira, são duas. Chopp Eisenbahn e coxinha de carne seca. Ou várias, porque as porções do Santo Prazer são bem boas. Então se você é desses que curte litros de chopp (litros mesmo, com aquela caneca monster que eu não aguento levantar) e não se importa em gastar uma grana a mais com cerveja boa, lá é o seu lugar.
  3. Gelobel –É bom que você enche a pança e a cara numa tacada só. E seu bolso nem fica tão vazio. Costela, contra-filé e uma maionese deliciosa. Assim, só pra começar. Uma pira bem churrasco mesmo. Mas o lugar lota, então tem que chegar cedo.
  4. Frigideira – É onde era o Madalena, bar clássico da cidade, com o melhor torresmo ever. Madalena mudou de lugar, mas o torresmo bom de verdade ficou ali no Frigideira, junto com todo um belo cardápio de iguarias de boteco. Agora rolou reforma, o bar tá maior e mais bonito.
  5. Estoril – Boteco antigo, fica no centro da cidade. Tem um bauru delicioso. E dá pra escorar no balcão e ficar só escutando as conversas de tiozão que rolam por lá.
  6. Jaime – Esse sim é um crássico. Fica embaixo do Estoril, do lado de um cabelereiro. Também tem comida boa. Aí a rapaziada se espalha pelo corredor do Centro Comercial e fica lá, enchendo a cara e contando mentira. E de sexta-feira sempre tem algum show na Concha Acústica.
  7. Barbearia – Bar novo na cidade. Enche depois que o Jaime fecha, lá pelas 9 da noite. Toca rock da melhor qualidade e a rapaziada se espalha pela calçada e continua contando mentira. E lá vende Eisenbahn!

Claro que muitos lugares ficaram de fora. Eu devo recomendar o Pátio San Miguel, pra você que vai voltar de madrugada com fome.

Também preciso falar que quem vai chegar pro Intercom na quarta-feira TEM QUE IR na Quarta Mexicana – 4ª Dose. Tequila na faixa e Desi e Letícia emendando uma música boa na outra.

Meus agradecimentos aos srs Thom Muller e Murilo Pajolla, por indicarem seus bares preferidos da cidade.

Anúncios

»

  1. desirée molina

    faltou o Cheers na lista!

    Responder
  2. Nossa, não sabia nem que existia o Santo Prazer. Onde fica?
    Acho o Paiol massa também, e sempre rola uma via-sacra Bodega (Quebec) pra lá.

    Responder
    • Luci, o Santo Prazer super vale a pena (e a grana também!). Fica na rua João XXIII, que é paralela à Fernando de Noronha, na parte que fica entre a JK e a Maringá.

      Responder
  3. Valeu pelo Bar.bearia! Aparece lá…abraço!

    Responder
  4. Para aquecimento pré balada, além do Bodega no mercadinho Quebec e o BarBearia, sugiro tambem o Confraria, ali na rua Guararapes 115(paralela a Humaitá),entre a Higienopolis e a Paranaguá. O Paiol versão 2 sem a area do fundo e com suas quase sempre unicas crystal e itaipava geralmente mornas , só para os incautos.

    Responder
  5. Isabela Cunha

    Também tem, especialmente pra seta de intercom, a Noite Fora do Eixo no Alona.

    A noite fora do eixo é projeto de um circuito nacional de circulação de bandas, tecnologias e produtos de cultura (o Circuito Fora do Eixo)o projeto se baseia na “troca”: Londrina envia uma banda (através do Alona) pra alguma noite fora da cidade e, pra promover a circulação, outra cidade envia uma banda pra cá.
    A banda que vem, no caso, é a DevilDogs, de Bauru. E vai tocar junto com as londrinenses Lanivus e Locodillos.

    Opção. ;)

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: