Assinatura RSS

autobiographically.

Publicado em

Quando liguei o computador de manhã, uma das primeiras coisas que eu li foi uma notícia sobre a morte do Redson, do Cólera. Nunca escutei muito Cólera. Quer dizer, nunca escutei muito depois de grande. Cólera é uma das coisas que povoam meu imaginário de criança, porque meu irmão e meus primos sempre gostaram muito. Fez parte da vida deles. Então, quando li a notícia, me veio um monte de gente na cabeça, junto com as histórias e as músicas que me são familiares desde sempre.

Então eu comecei a pensar nessas coisas que são ligadas a lembranças da nossa vida. Músicas, filmes, pessoas, cheiros, ruas da cidade, diálogos. É mais ou menos assim:

Passar o dia todo vendo pessoas falarem no Cólera trouxe essas lembranças de gente querida e da festa de despedida da casa antiga. E eu acho que a vida da gente fica um pouquinho melhor assim, cheia de lembranças povoando o dia.

Esse ano fui cobrir um evento no Museu. No discurso, a diretora ressaltava que a gente tem que preservar nossa memória. E eu concordo com isso. E pra mim, a memória que a gente tem que preservar não é só a memória que fica documentada nas fotos, vídeos e textos. Acho que a gente tem que se apropriar também dos detalhes da vida. Porque aí, quando a gente vê/ouve/sente certas coisas, aparecem um monte de lembranças. E assim, dá pra ir vivendo autobiograficamente.

É tipo descer a Av. Rio de Janeiro e lembrar de como eu fazia a Clarissa sofrer insistindo pra ela me carregar no colo do Mãe de Deus até em casa.  Abrir uma bala de hortelã e me lembrar do cheiro da casa da vó Belica, assistir Perfume de Mulher e lembrar do meu pai, ouvir Taj Mahal do Jorge Ben e morrer de saudade dos dias em Brasília no começo desse ano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: